quinta-feira, 22 de abril de 2010

Nostalgia

Sinto os olhos pesados
Mas não consigo adormecer
Sonhos perdidos
Que eu não consigo esquecer

Trazes de volta a realidade
Um Beijo se solta
É mais que uma verdade

Lembrança apagada
De quem partiu
Liberdade quase nada
Por isso fugiu

Relembrados os momentos
Com nostalgia
Quando nos sonhos
Estavas na minha companhia

4 comentários:

Olívia disse...

Tens um dom rapaz...:O
Gosto mt da tua escrita..:$

Beijinhoss e nunca deixes de o fazer..:D

PS: escreves para deixar qualqer pessoa sem palavras...:D

Marta disse...

Este poema está bem querido ^^
Beijinhos :)

: disse...

Muito bem, gostei muito, continua!

Sisii disse...

Gostei deste poema em sim.. o conteudo.. cada frase cada estrofe tem em si uma ideia a ter em conta.

Mas no geral, no meu ponto de vista pareceu me que a maior parte dos peomas que aqui estam estam relacionados com "a morte" e talvez "liberdade"..nao li todos mesmo mas acho que devias expandir um pouco mais para alem da 'morte'LOL